FRETE GRÁTIS em compras acima de R$189
← Voltar

Artista da Vez #24 — Brownie do Luiz

Dessa vez trazemos pra vocês um Artista da Vez de formato inédito na Touts. Pela primeira vez na série, o artista em questão é uma outra empresa. Trouxemos para a conversa uma outra marca super carioca, feita por gente jovem, cheia de sonhos, ambições e vontade de fazer diferente assim como nós aqui na Touts. Sabemos que a carreira de empreendedor se assemelha em vários pontos com a de artista e é preciso muita criatividade pra fazer tudo acontecer e por isso curtimos tanto essa ideia de trazê-los para esse papo.

Senhoras e senhores, com vocês: Brownie do Luiz

O Luzi, do Brownie do Luiz com a camiseta “Brownie is the new bolo”. Você encontra aqui na Touts.

Como geralmente vocês se apresentam nas entrevistas que dão por aí?

Somos uma empresa que vende felicidade e inovação dentro do mundo de doces no Brasil. O Brownie é muito mais que um bolinho de chocolate delicioso. Ele é capaz de mudar seu dia, intensificar as relações e fazer questionar sobre o meio em que vivemos. O empreendedorismo aqui dentro é vivo na busca da realização dos nossos funcionários e inclusão dos nossos clientes nas tomadas de decisão.

E como se apresentam pra galera nova que começa a trabalhar com vocês?

Colaboração, Espírito Empreendedor, Humildade e Amor; Esses são os ingredientes principais do Brownie do Luiz. Da cozinha de casa para a Indústria Carioca, nossos Brownies são deliciosos mas o processo e as relações que ditam o DNA da empresa que tem por missão diária alimentar felicidade, dentro do cotidiano corrido das nossas vidas.

O culpado de tudo: o Brownie.

Conta pra gente um pouco da história láaa no começo? Quando era só um menino fazendo brownie no colégio.

A história do BDL começou em 2005, quando fazia brownies pra levar como lanche da escola e, um belo dia, 2 amigos brigaram pelos brownies no recreio. Aí acendeu a “luz”do empreendedor e foi dada a largado pra esse sonho. No começo, muito despretensioso; a produção ocupava a casa e, em pouco tempo sublocamos uma produção já ativa de tortas artesanais. Esse foi o primeiro contato com a indústria; em 2011.

Conhecido ja no ambiente da PUC, o Brownie do Luiz teve sua primeira girada de chave no nascimento do produto Veneno da Lata — uma lata repleta de bordinhas que sobravam dos cantos dos tabuleiros nas fornadas. Algo que ia pro lixo agora representava um produto de desejo na galera.

Nossa visita ao programa Mais Você (Rede Globo), a Ana Maria braga nos projetou a nível Brasil e a empresa ganhava forma, agora já com mais 8 funcionários, dentre eles Vânia e Paulo, que eram empregada doméstica e porteiro (respectivamente), na posição de sócio ajudavam o Luiz construir e evoluir no sonho.

Passamos por mais 2 fábricas menores, até chegar em nossa atual — de 1.000 m² e com 60 funcionários (produção + escritório); e hoje produzimos quase 1 tonelada de brownies por dia distribuindo para 600 pontos de venda semanalmente.

Hoje, nossa linha de produtos também contém Food Service para Colabs com Empresas que falam a mesma língua que nós; além de 3 lojas no RJ, 1 para abrir em SP e um produção sendo montada em Brasília.

Nossa receita é aberta para que você vá lá e faça o seu próprio #browniedoluiz e compartilhe conosco sua experiência.

E aí, vai um bolinho!?

Luiz mostrando seus diversos talentos com uma das camisetas BDL em parceria com a Touts.

Hoje já tem mais um monte de gente trabalhando aí com vocês, né? Como foi esse processo de ir aumentando o time e como é que vocês lidam com isso internamente?

Tem sim! 60 no total. É sempre desafiador lidar com a incrível variedade de seres humanos; e no BDL não é diferente: focamos muito na vontade de fazer do time; obviamente o conhecimento técnico é vital; mas o interesse, a vontade são características importantíssimas na construção de uma equipe autônoma e ‘tomadora’ de decisão.

Além disso, a manutenção com endomarketing e atividades que transcendem a operação individual diária resultam numa galera mais participativa e em evolução.

Dois Luizes aproveitando a sala de descompressão no QG do Brownie do Luiz. Você encontra essas e outras almofadas aqui, na Touts.

E além do Brownie, vocês já vendem diversos produtos. Como surgiu isso? Foi uma demanda da própria galera que compra com vocês ou partiu de vocês?

Exato; muitas vezes produtos sazonais… A realidade é que passamos a ser conhecidos como uma marca carioca, que exporta essa cultura pro mundo junto com tantas outras marcas que fizeram e fazem história nesse celeiro de empreendedores. Digo isso pq surgiu a demanda de ser um suvenir do Rio, de se conectar com os clientes de todas as formas possíveis representando essa cultura carioca.

Fora isso, por um outro lado, essa energia empreendedora que está presente em nosso ambiente de trabalho nos abre braços para atuar em outras áreas.

Como você acha que empreender e começar um negócio se assemelha com a carreira de artista?

Criatividade é Inovação!

Todo artista é ou, pelo menos, deveria ser empreendedor. Empreender é uma palavra que hoje pode ser usada de diversas formas, mas a grande realidade é que é uma palavra que representa o FAZER! Tirar a bunda da cadeira e colocar na rua. É entender uma habilidade e dela fazer algo relevante para o mundo. Nunca diremos aqui que empreender é algo fácil. Muitas vezes depende de muitas skills combinadas…

Mas o ímpeto da criação, que nasce de uma observação do mundo que nos rodeia tem tudo a ver com o que fazemos aqui no BDL.

Almofadas do Brownie do Luiz fresquinha saindo do forno. Você encontra todas aqui na Touts.

O que tem de arte na sua rotina e como vocês são influenciados por isso?

Poxa; que pergunta difícil! Kkk

Hoje estamos muito ligados a área de criação da empresa; então a arte está presente praticamente em tudo que fazemos, desde os rótulos, as comunicações digitais, desenvolvimento de conteúdo audiovisual; sinalização, etc…enfim é em tudo. Nas arquiteturas de nossos espaços, etc, etc…

Quais são suas principais fontes de inspiração e referências para tocarem o negócio?

Estamos muito antenados no que acontece mundo a fora; acreditamos que temos muito oque aprender com outras culturas e vice-versa. Se eu pudesse trazer referências citaria a Greyston Bakery (que faz brownies e um mega projeto social de contratação de ex presidiários); a Ben and Jerrys; a Disney, Zappos, Mércur, Lego, Cacau Show, Milk, Google, Patagonia, entre outras

Chuva de brownies e a camiseta “Veneno da Lata”, disponível aqui na Touts.

Pode nos contar um pouco mais sobre seu dia a dia hoje e como você lida com seu processo criativo na rotina?

Hoje estou na equipe de Comunicação, junto com mais 2 pessoas. Juntos tocamos todas as atividades relacionadas a criação, projetos, midias, marketing, audiovisual, Novos Projetos/Novas tecnologias , Projetos Colaborativos, EndoMarketing.

O que você acha que pode ser mais legal dessa parceria com a Touts?

Acho que as empresas tem muita sinergia; além da touts ser um canal maravilhoso que nos possibilita trazer um pouco do nosso trabalho de criação fora das prateleiras dos mercados ;) diretamente pra casa das pessoas.

Que dica hoje você daria a você mesmo no passado?

O erro é uma habilidade!

Quais são os próximos passos e o que vem pela frente?

Como disse anteriormente, em termos de Brownie: uma lojinha nova em SP posicionada de uma forma diferente das nossas outras lojas (#descubra); um produção iniciando em Brasília para podermos atender outras regiões do Brasil com mais qualidade; novas parcerias, novos produtos!

Luiz e suas crias.

Pra fechar, um bate-bola jogo rápido:

Uma pessoa incrível — Leonardo da Vinci

Uma cor — Azul

Um hobby — Surf

Uma arrependimento — nenhum #tudopassa

Uma comida — tudo que vem do mar

Um sonho — dar a volta no mundo de Barco


Essa foi nossa conversa com a galera incrível do Brownie do Luiz, um dos mais de 2.500 criadores da comunidade da Touts. Para conhecer todos os produtos com estampas deles, não deixe de visitar a página deles na Touts.

Para ler entrevistas com outros artistas incríveis de nossa comunidade, dá uma conferida no nosso blog que tá recheado de histórias incríveis.

Abraço de urso,